Comissão Eleitoral convoca pré-candidatos à presidência da OAB/RN

oablogoO presidente da comissão eleitoral da OAB/RN, Nilo Ferreira, convidou os pretensos candidatos às eleições da OAB/RN para participarem de reunião. O primeiro encontro da Comissão Eleitoral com os pré-candidatos acontecerá no dia 06 de agosto, às 14h, na sede da Seccional Potiguar a fim de discutir questões inerentes ao pleito.

A eleição para nova composição do Conselho Seccional, Diretoria, Subseções e Caixa de Assistência dos Advogados, no triênio 2016/2018, será realizada no dia 16 de novembro de 2015.BIG BOM

Ministro do Turismo firma parceria para atrair investidores estrangeiros

29072015_MIDC_DSC_5739

Os ministros do Turismo, Henrique Eduardo Alves, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro, assinaram, em Brasília, um acordo de cooperação técnica com o objetivo de facilitar a troca de informações com investidores internacionais. O acordo com o MDlC prevê o compartilhamento de informações para ampliar investimentos, gerando oportunidades de negócios relacionados ao turismo no Brasil.

Para Henrique Eduardo Alves, o novo acordo está alinhado com a estratégia de inserir o turismo na pauta econômica do país. “O setor passa a ter uma rede de informações qualificadas, o que facilita a ampliação de investimentos no país”, afirmou o ministro. Alves ressaltou ainda que o Brasil tem um grande potencial para atrair investidores, especialmente devido à visibilidade conquistada com a Copa do Mundo e a Olimpíada.léo

NA RAÇA

Mengão suporta pressão do Goiás e vence por 1 a 0 no Serra Dourada. Marcelo Cirino fez o gol rubro-negro com passe de Guerrero.


léo

Avenida Paulista recebe Marcha do Orgulho Crespo neste domingo

Mulheres, homens e crianças se reuniram neste domingo (26) no vão livre do Masp, na Avenida Paulista, para a 1ª Marcha do Orgulho Crespo. O encontro, marcado pelas redes sociais, lembra o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, em 25 de julho. A data foi instituída em 1992 para reconhecer a luta das mulheres negras no continente. Os manifestantes irão percorrer a Avenida Paulista e a Rua da Consolação. O ato será encerrado na Casa Amarela, na Rua da Consolação, onde estão programadas oficinas e outras atividades culturais. (Globo)

BIG BOM

Católicos diminuem 26% no país

O catolicismo ainda é a maior religião brasileira, seguida por seis em cada 10 pessoas no país, mas encolheu 26% nos últimos 25 anos, segundo uma pesquisa da agência Hello Search. Segundo o levantamento, atualmente 57% dos brasileiros são católicos – em 1991, ano da visita do papa João Paulo 2º ao país, eram 83% na medição do Censo. Em contrapartida, as religiões evangélicas ganharam muitos fieis. Em 2015, os pentecostais, corrente que reúne a Igreja Universal e a Assembleia de Deus, atingiram 16% de simpatizantes, enquanto os não pentecostais, como a Igreja Luterana e Calvinista têm 9%. Em comparação, no ano 1991 os dois grupos somados não passavam de 9%. Entre entrevistados que declararam não ter religião o índice foi de 12%, com maior representatividade entre os jovens de 16 a 24 anos. Os simpatizantes do Espiritismo, Umbanda e “Outras Religiões” possuem 2% cada. Já Candomblé e outras religiões afro-brasileiras têm apenas 1%. A agência ouviu mil pessoas de 70 cidades de todas as regiões do país. A margem de erro é de três pontos percentuais e o índice de confiança é de 95%.

CASA BORGES

Real se desvaloriza no mandato de Dilma. Dólar custa o dobro

Na última sexta-feira o dólar atingiu uma marca histórica. Quando Dilma Rousseff assumiu o planalto, no dia 1 de janeiro de 2011, a cotação do dólar estava em 1,67 reais. Hoje, 4 anos e meio depois, a cotação fechou em 3,34 reais. Exatamente o dobro do valor que a presidente encontrou. Ou seja, se 100 reais antes compravam 59,88 dólares, agora compram apenas 29,94 reais. (Revista Veja)

BIG BOM

Brasil iguala 2011 e encerra o Pan-Americano de Toronto com 141 medalhas

Os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, chegaram ao final na noite deste domingo (26), após a decisão entre Brasil e Argentina pelo volêi masculino. Como já era esperado, os Estados Unidos encerraram os dias de competições como líderes do ranking geral de medalhas. Foram 103 conquistas, 81 medalhas de prata e bronze. Os donos da casa, o Canadá, encerraram na segunda colocação, ocupando o topo do pódio em 78 oportunidades. A lista de 217 celebrações dos canadenses foram completadas por 69 pratas e 70 bronzes. O Brasil, com menos medalhas de ouro que no último Pan-Americano de 2011, em Guadalaraja, terminou os jogos no terceiro lugar. No total foram as mesmas 141 medalhas, porém, desta vez, 41 de ouro, 40 de prata e 60 de bronze. O número alcançado, segundo o diretor executivo de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire, estava dentro do estabelecido pela entidade nacional. O Brasil se destacou neste Pan pelos 26 pódios na natação, com direito a quebra de recordes, a dupla conquista de ouro no Handebol e medalhas históricas no tênis de mesa e canoagem. Por outro lado, o judô e o futebol masculino decepcionaram.

léo

Congresso pode ter ‘pautas-bomba’ e projetos polêmicos no 2º semestre

Após um semestre de intensos atritos com o Executivo, o Congresso Nacional deve retomar os trabalhos a partir de agosto com a votação de pautas delicadas para o Palácio do Palácio, como o projeto que reduz as desonerações na folha de pagamento de empresas – parte do pacote de ajuste fiscal. Temas polêmicos como redução da maioridade e financiamento privado de campanha também estarão em debate. Outro item incômodo na lista de “pautas-bomba”, como são chamadas as medidas com impacto nos cofres públicos, é um projeto que muda a correção dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), passando de 3% para cerca de 6%. O governo alega que o projeto afetará programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida, e obras de saneamento básico, financiadas com recursos do fundo. As dificuldades para a aprovação de termas de interesse do Palácio do Planalto deve aumentar após a última tensão entre Legislativo e Executivo. Na semana passada, o presidente Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), anunciou rompimento com o governo e informou passa a integrar a oposição. Embora tenha dito que não pretende colocar em votação propostas que afetem o Orçamento, Cunha já deu mostras de que o segundo semestre não será fácil para o Planalto na Câmara, com a criação de duas CPIs que desagradam ao governo. Além de Cunha, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também pode impor um ritmo de votação de projetos contrários aos interesses do Planalto. Renan, inclusive, anunciou em pronunciamento no último dia 17 na TV Senado que o Congresso deve ter “meses nebulosos, com a concentração de uma agenda muito pesada.” Veja abaixo o que pode ser votado no Congresso a partir de agosto:

Desonerações – Aprovado em junho pela Câmara dos Deputados, o projeto de lei que reduz as desonerações das folhas de pagamento de mais de 50 setores da economia pode entrar na pauta do Senado já nos primeiros dias de agosto. O texto é o último do pacote de ajuste fiscal enviado pelo governo para reequilibrar as contas públicas. Antes de ser enviado como projeto de lei para o Congresso, o governo havia editado uma medida provisória que foi devolvida por Renan Calheiros para o Palácio do Planalto. Na ocasião, Calheiros reclamou da falta de diálogo entre os dois Poderes. O governo acabou reencaminhando a proposta ao Congresso, mas como projeto de lei. Como o texto original foi alterado pelos deputados, não houve consenso entre os líderes partidários do Senado para colocar o texto em votação antes do recesso. A tendência é que o texto seja alterado e passe por nova análise na Câmara.

Dinheiro não declarado – Considerado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, como essencial para a reforma do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o projeto de lei que irá permitir que o país repatrie dinheiro de brasileiros no exterior não declarados à Receita Federal deve ser votado na primeira semana de agosto no Senado. A proposta é para que sejam cobrados multa e imposto na recuperação do dinheiro. O percentual cobrado seria de 35% dos recursos não declarados – 17,5% de multa e 17,5% de impostos. A ideia do projeto é utilizar os recursos provenientes da multa e dos impostos para compensar os estados pelas perdas com a eventual unificação do ICMS. Além disso, os parlamentares devem votar uma medida provisória para desvincular parte das receitas da repatriação da União para que este recurso sustente um fundo de compensação aos estados criado pelo governo.

Lei de responsabilidade das estatais – Idealizado por Cunha e Renan, o projeto que cria uma lei de responsabilidade para as estatais também deve movimentar o Congresso no segundo semestre. A nova legislação seria criada nos mesmos moldes da Lei de Responsabilidade Fiscal e teria o objetivo de dar maior transparência às contas das estatais. A Lei de Responsabilidade Fiscal foi criada para controlar os gastos da União, dos estados e dos municípios. A lei obriga que os governantes prestem conta de suas finanças aos tribunais de contas da União, dos estados ou dos municípios, órgãos responsáveis por aprovarem ou não as contas públicas. Para que o projeto seja votado, os peemedebistas criaram uma comissão especial para elaborar um texto final sobre o tema, que deve ser apresentado ainda em agosto. O texto é visto como uma reação de Cunha e Renan às investigações contra os dois na Operação Lava Jato, na qual os dois respondem a inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Reajuste para servidores do MPU – Outro texto que impacta diretamente os cofres da União é o que concede reajuste salarial de até 78% para servidores do Ministério Público da União e do do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O reajuste é nos mesmos moldes do já aprovado no Senado para servidores do Judiciário e que foi vetado integralmente pela presidente Dilma Rousseff, que citou um impacto de R$ 25 bilhões nas contas do governo até 2017. A tendência é que o projeto seja aprovado pelos senadores e, da mesma forma que o reajuste para os servidores do Judiciário, seja vetado pela presidente.

Maioridade penal – Aprovada em primeiro turno pela Câmara, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte deve passar, já na primeira semana de agosto, por nova votação na Casa. A aprovação da PEC em primeiro turno foi cercada de polêmicas, após Cunha fazer uma manobra para aprovar o texto 24 horas depois de um projeto similar ser rejeitado pelos deputados. Caso o texto seja aprovado em segundo turno, passará por análise, também em dois turnos, no Senado. Apesar de ter contado com a maioria dos votos na Câmara, o clima entre os senadores nos últimos dias antes do recesso era de rejeição à proposta. A tendência, portanto, é de que o projeto seja amplamente discutido em uma comissão especial criada por Renan Calheiros antes de ser submetido à votação em plenário.

Reforma política – A reforma política, assunto que dominou boa parte das sessões da Câmara nos últimos meses, deve ser concluída no início de agosto na Casa. Para concluir a votação da proposta de emenda à Constituição da reforma política, os deputados deverão se debruçar sobre dois temas: financiamento de campanha e idade mínima para ser deputado. A PEC foi aprovada em dois turnos na Casa e a maioria dos destaques destinados a mudar o texto foi votada, mas faltou analisar duas propostas de modificação – uma tenta derrubar a doação de empresas aos partidos e outra quer retomar para 21 anos a idade mínima exigida para se candidatar a deputado federal (o texto-base reduziu para 18 anos). Quando a votação do texto for concluída na Câmara, a PEC será enviada para análise do Senado e passará por dois turnos de votação novamente. Apesar disso, os senadores já iniciaram a análise paralela de projetos da reforma política em plenário. Com isso, o relator do texto na Casa, senador Romero Jucá (PMDB-RR), optou por colocar em votação no Senado apenas textos que não tratavam de temas semelhantes na Câmara. Com isso, segundo Jucá, será possível melhorar e ampliar a reforma aprovada pelos deputados.

CPIs – Além dos projetos com impacto na economia e daqueles cercados de polêmica, o Congresso também terá novas comissões parlamentares de inquérito (CPIs) que desagradam o Palácio do Planalto. Tanto na Câmara quanto no Senado, serão instaladas comissões para investigar contratos de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na Câmara, a CPI deve ser instalada no dia 6 de agosto. Já no Senado, Renan Calheiros deve ler em plenário, nas primeiras sessões do mês, a criação do colegiado. Outras duas CPIs que são contrárias aos interesses do governo federal são as que investigarão supostas irregularidades nos fundos de pensão de estatais. No Senado, a composição da comissão já foi definida por Renan. Na Câmara, a CPI deve ser instalada na primeira semana de agosto.

LDO – A primeira grande votação prevista para o Congresso em agosto é a da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), cuja votação foi adiada no primeiro semestre e deve ocorrer a partir da primeira semana do mês. A LDO é responsável por nortear o Orçamento da União para o próximo ano. A aprovação do texto é, por lei, condição necessária para que os parlamentares entrem oficialmente em recesso oficial. Como o projeto ainda está na Comissão Mista de Orçamento, houve um acordo entre os parlamentares para adiar a análise do texto. (G1)

léo

Financiada por Bill Gates, primeira vacina para malária do mundo é aprovada na Europa

A primeira vacina contra malária do mundo foi aprovada no último grande teste antes que sua aplicação em seres humanos seja autorizada. A Agência Europeia de Medicamentos, órgão regulador da União Europeia, aprovou a vacina, afirmando que seu uso é seguro e eficaz em bebês. A Organização Mundial de Saúde deve decidir até o final do ano se recomenda o uso da vacina em seres humanos. A vacina “RTS,S”, também conhecida como Mosquirix, é produzida pela farmacêutica britânica GlaxoSmithKline e foi parcialmente financiada pela Fundação Bill & Melinda Gates. Ela não é a única que promete combater a malária. Pesquisadores descobriram que uma vacina ainda experimental chamada “PfSPZ” é ainda mais eficiente na prevenção da infecção. A Mosquirix, porém, é a primeira que consegue chegar ao final do processo de aprovação. O Mosquirix impede que o paciente seja infectado pelo Plasmodium falciparum, um dos parasitas mais fatais da malária. A vacina estimula no organismo a produção de uma quantidade maior de anticorpos que impedem que esse parasita infeccione o fígado do paciente. A RTS,S foi criada especificamente para combater a infecção em crianças e seu uso não é recomendado em adultos ou pessoas que estão viajando para regiões de risco. A eficácia da vacina, porém, gera polêmica na comunidade médica. Os primeiros resultados de um teste clínico da Mosquirix mostraram que três doses da vacina podem diminuir pela metade o risco de infecção em crianças com entre cinco e 17 meses de idade. Mas, em bebês com entre seis e 12 semanas de vida, a possibilidade de infecção caia apenas 30%. E pior: em crianças mais velhas, a vacina se mostrou inútil. Por isso, alguns cientistas consideram que os altos custos associados a uma vacina tão complexa não justificariam sua baixa eficácia. Os defensores da vacina ressaltam que a África precisa urgentemente de uma vacina para a malária, mesmo que ela seja apenas parcialmente eficaz. A doença mata mais de 500 mil pessoas todos os anos e metade da população mundial vive em regiões onde há risco de infecção. (MSN)

CASA BORGES

Pesquisa aponta que brasileiros estão entre os mais pessimistas do mundo

Os brasileiros estão entre os povos mais pessimistas do mundo, atrás apenas da Ucrânia (94%), Líbano (89%) e Itália (88%). No país, 87% dos entrevistados consideram que a economia vai mal, enquanto que 13% acreditam no contrário. O resultado é pior do que em 2014, quando os otimistas chegavam a 32%. Os dados são de uma pesquisa feita pelo instituto norte-americano Pew Research Center, segundo a qual os países mais otimistas do mundo estão na China (90%), Etiópia (89%) e Vietnã (89%), conforme publicado pelo Estadão. De acordo com o levantamento, 66% dos brasileiros acreditam que a economia vai melhorar nos próximos 12 meses, outros 13% acham que vai ficar igual e 21% esperam piora. Na faixa entre 18 e 29 anos, o percentual dos que esperam melhora no próximo ano é 72%, caindo para 45% entre os que têm de 30 a 49 anos e 56% no grupo acima de 50 anos. O Pew Research ouviu mil pessoas no Brasil, entre 7 de abril e 4 de maio. A margem de erro da pesquisa é de 4 pontos percentuais. Questionados sobre o futuro, 45% dos entrevistados nos 40 países acreditam que seus filhos terão condições financeiras melhores, mas apenas 39% esperam recuperação da economia nos próximos 12 meses. Outros 45% consideram que a economia está em bom estado. Os países onde a avaliação apresenta melhoras são Nigéria (57% em 2015, contra 39% em 2014), Argentina (38% ante 26%) e Índia (74% contra 64%). No lado oposto, o otimismo da população piorou mais na Malásia (46% avaliam o ano como positivo, contra 72% em 2014).

léo

Em esportes coletivos, Brasil brilha e conquista mais dois ouros no Pan de Toronto

A união fez a força e o dia foi de festa para os brasileiros no esportes coletivos. No futebol feminino, o Brasil goleou a Colômbia por 4×0, com direito a um gol da baiana Formiga, e se tornou tricampeão pan-americano (antes, 2003 e 2007). O primeiro gol veio logo aos 6 minutos com Formiga, de cabeça. Aos 37 anos, ela anunciou que este foi seu quarto e último Pan e se despediu com chave de ouro. Os outros três gols saíram no 2º tempo. Aos 28, Maurine fez um gol olímpico. Aos 40, Andressa Alves marcou o dela. Outra baiana, Fabiana fechou a festa aos 47. Quem também fez bonito foi a seleção masculina de basquete. Os rapazes estragaram a festa dos canadenses, que jogavam dentro de casa, e comemoraram o ouro após vencerem por 86 a 71. Outra prova em que a união fez a diferença foi no revezamento 4x100m masculino. O Brasil foi bronze com 38s68. Ouro para o Canadá (38s06) e prata para os EUA (38s27). O Brasil subiu ao pódio mais vezes ontem. Dono da primeira medalha do boliche brasileiro na história do Pan (bronze em 2011), Marcelo Suartz levou um ouro inédito ao vencer Amleto Monacelli. No futebol masculino, o Brasil suou, mas levou o bronze ao vencer o Panamá por 3×1 na prorrogação. Já no tênis de mesa, dobradinha brasileira. Hugo Calderano levou o ouro e Gustavo Tsuboi a prata. A brasileira Gui Lin também foi prata e a dupla Thiago Monteiro e Carolina Humahara, bronze. Hoje é o último dia de competições no Pan de Toronto. (Correio)

BIG BOM

Estoque de sangue do Hemonorte enfrenta estado crítico

doacao_sangueHemocentro do RN (Hemonorte) está precisando com urgência de sangue de todos os tipos para repor seu estoque, que no momento está crítico. As doações realizadas não estão sendo suficientes para manter o estoque equilibrado. No momento a Unidade conta com pouco mais de 300 bolsas prontas para uso.

Com um estoque em aproximadamente 30% do total de bolsas de sangue, se o número de doações não aumentar o abastecimento da rede hospitalar ficará comprometido, o que tende a acarretar o cancelamento de cirurgias. O Hemonorte está convocando doadores de todos os tipos sanguíneos para ajudar a repor os estoques. Além das mídias sociais a instituição está entrando em contato com doadores por telefone e pelo aplicativo Hemoliga.

CASA BORGES

Potiguar Renan Barão perde novamente para americano

baraoDJSe existia alguma dúvida para o tira-teima entre TJ Dillashaw e potiguar Renan Barão, o americano acabou na noite deste sábado, na luta principal do UFC: Dillashaw x Barão 2, em Chicago (EUA). Com uma atuação dominante, preparo físico invejável e deixando clara a diferença de velocidade e força entre os dois, o campeão manteve o título do peso-galo (até 61kg) com um nocaute técnico aos 35 segundos do quarto assalto.

Esta foi a segunda defesa de cinturão do atleta do Team Alpha Male (na primeira, nocauteou Joe Soto no quinto round) e serviu para sacramentar seu posto de melhor lutador até 61kg do mundo. Nas três vezes que lutou pelo título, não deixou nas mãos dos juízes laterais. Agora, são 12 triunfos e duas derrotas na carreira do americano de 29 anos.

léo

Ninguém acerta e mega sena

Nenhuma aposta acertou as 6 dezenas do sorteio do concurso 1.726 da Mega-Sena, realizado neste sábado (25) em Lontras (SC). A estimativa de prêmio para o próximo concurso é de R$ 46 milhões.Veja as dezenas sorteadas: 03 – 10 – 42 – 49 – 54 – 57.A quina saiu para 111 apostas e cada uma delas levará um prêmio de R$ 34.383,16. Outros 7.581 bilhetes acertaram a quadra e ficarão com R$ 719,19 cada.

Para apostar:As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades:A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.(G1)

CASA BORGES

Uma imagem e muito orgulho envolvido! Parabéns #meninasdeouro! Tricampeãs dos Jogos Pan-Americanos

Link permanente da imagem incorporadaBIG BOM

Com direito a gol olímpico, Brasil goleia a Colômbia por 4 a 0 e conquista o ouro no futebol

CKzNFE3XAAArHDwO gol no começo da partida deixava claro que a festa seria para Formiga. Afinal, foram 12 anos desde que a volante conquistou a sua primeira (agora entre quatro) medalha em Jogos Pan-Americanos. Se despediu da competição continental da melhor forma que podia: sendo titular, capitã e novamente no topo do pódio. Marcou o seu, logo no começo, e como a referência que se tornou aos 37 anos, abriu o caminho para a goleada brasileira. Ainda viu Maurine trazer mais brilho ao seu adeus com um belo gol olímpico, além de Andressa, em grande noite, e Fabiana fecharem a conta para sacramentar o triunfo por 4 a 0 sobre a Colômbia. Com o tricampeonato pan-americano, as meninas do futebol voltaram a ser douradas.

O topo do pódio em Toronto 2015 foi o terceiro da carreira de Formiga e da seleção brasileira de futebol feminino. Foram campeãs em Santo Domingo 2003 e Rio 2007. Em Guadalajara 2011, a seleção feminina foi medalha de prata ao perder nos pênaltis para o Canadá. A volante, que tem duas pratas olímpicas, já anunciou que segue na seleção até os Jogos Olímpicos de 2016.

A equipe brasileira mostrou fôlego em Toronto, afinal, jogou duas competições fortes em sequência. Semanas antes do Pan, o time disputou a Copa do Mundo de futebol feminino, também no Canadá. A equipe foi eliminada nas oitavas de final, pela Austrália, e voltou a ao país para mais um torneio. Principal estrela, Marta, no entanto, não disputou a competição continental.

Não precisou de muito tempo para o Brasil abrir o marcador. Ignorando a festa que a numerosa e barulhenta torcida colombiana fazia em Hamilton, Thaisa recebeu um bom passe após uma falta e cruzou com precisão para Formiga iniciar, com maestria, sua participação na final pan-americana: 1 a 0 aos sete minutos. O jogo ficou um pouco parado, sem grandes chances dos dois lados. Morno, mas sem problemas para as brasileira. No fim da etapa, a goleira Sepulveda entrou forte em um dos muitos bons lances de Andressa Alves na área, mas a juíza Mirian Leon, de El Salvador, seguiu o jogo.

Gol olímpico e o brilho de Andressa

O Brasil retomou as rédeas da partida no segundo tempo. Logo no começo, Erika teve uma excelente chance de cara com a goleira, mas a goleira Forero (que entrou no lugar de Sepulveda) espalmou. Cristiane teve duas boas chances dentro da grande área, Gabi também recebeu um passe açucarado de Formiga. Mas faltou o capricho no último toque. A marcação brasileira com Fabiane e Rafaelle funcionava nos poucos lances de perigo impostos pelas colombianas. A goleira Barbara ainda fez uma defesa importante em um bate rebate de Usme na área.

Quando parecia que o jogo não teria mais emoção, Maurine, que havia acabado de entrar na final, cobrou um escanteio bem fechado. Quando viu, havia marcado um belo gol olímpico para a seleção, aos 30 da segunda etapa. Abriu a porteira para mais gols. Com excelente atuação durante toda a partida, Andressa chutou livre pela direita, aos 40, e ampliou. No último lance do jogo, nos acréscimos, Fabiana acertou um chutaço de fora da área para sacramentar a conquista
léo

Brasil vence Panamá de virada e é bronze no futebol

Lucas Piazon e Luciano marcaram na prorrogação os gols que garantiram a medalha
TORONTO, Canadá – O futebol brasileiro anda mesmo em baixa. Depois de ter perdido para o Uruguai por 2 a 1, a seleção brasileira conquistou como prêmio de consolação a medalha de bronze do futebol nos Jogos Pan-Americanos, ao derrotar o Panamá de virada, por 3 a 1, em Hamilton, na província de Ontario, a cerca de 70km de Toronto.

Luciano (duas vezes) e Lucas Piazón marcaram para o Brasil, que levou o bronze, mas ficou devendo o ouro.
Depois de duas edições de Pan-Americanos sem ter obtido um pódio, o futebol brasileiro voltou a estar entre os três melhores, embora no degrau mais baixo. Antes, já havia obtido quatro ouros, duas pratas e um bronze. Foi campeão em 1963, em São Paulo; 1975, na Cidade do México (dividido com os donos da casa); 1979, em San Juan de Porto Rico; e 1987, em Indianápolis. Ficou com o vice-campeonato em 1959, em Chicago; e em 2003, em Santo Domingo; e bronze em 1983, em Caracas, e agora em Toronto.

Para a equipe brasileira, tal colocação beira ao vexame, já que esta chegara ao Canadá com status de maior favorita ao ouro, até mesmo por contar com jogadores que atuam como titulares em alguns dos principais times do Brasil. Entretanto, na semifinal diante de um tradicional rival, como o Uruguai, os brasileiros depois de terem feito 1 a 0, tomaram uma virada nos últimos cinco minutos. É como se o 7 a 1 imposto pela Alemanha na Copa do Mundo, ano passado, em Belo Horizonte, ainda estivesse se multiplicando dentro e fora de campo no Brasil. Fora, com as denúncias, prisão de dirigentes e recente abertura de CPI para apurar irregularidades, e dentro das quatro linhas, na flagrante queda de qualidade dos jogos do Brasileiro e dos estaduais, e no afastamento do público, insatisfeito com essa má qualidade e temeroso da violência das torcidas e da falta de transporte após os jogos noturnos.

O Brasil passou dificuldades desde o início na decisão do bronze. Praticamente no final do primeiro tempo, em que a equipe panamenha teve mais posse de bole que a brasilelira, 54% contra 46%, um lançamento de Murilo deixou Josiel Núñez em condição de estabelecer um justo placar de 1 a 0 a favor da seleção centro-americana.

Na segunda etapa, a seleção brasileira perseguiu o empate, até que aos 28 minutos, o atacante Luciano, do Corinthians, foi derrubado dentro da área por Rodriguez. Pênalti, que o próprio atacante cobrou, empatando em 1 a 1. O jogo estava em aberto, mas o Panamá esteve mais perto da vitória, com uma bola de Aguilar na trave. Encerrado o tempo normal, a definição da medalha foi para a prorrogação de 30 minutos.

Durante o tempo extra, finalmente a vitória brasileira, graças a Lucas Piazon, que foi revelado pelo futebol paranaense e pertence ao Chelsea, da Inglaterra, mas ano passado esteve emprestado ao Eintracht Frankfurt, da Alemanha. Ele recebeu pela esquerda, passou por dois zagueiros e chutou no ângulo esquerdo do goleiro Powell: 2 a 1, aos 9 do primeiro tempo da prorrogação. Na segunda parte da prorrogação, aos 4 minutos, Núñez quase empatou em cobrança de falta, na trave, com o goleiro Andrey, do Botafogo-SP, batido.

Minutos depois, em escanteio a favor dos panamenhos, Andrey falhou, mas a zaga brasileira salvou quase em cima da linha. Quando era maior a pressão adversária, Clayton foi à linha de fundo e cruzou para Luciano completar: 3 a 1.

léo

Câmara arquiva proposta de fiscalização de cadastro do Programa Bolsa Família

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle rejeitou proposta (PFC 127/13) dos deputados Vanderlei Macris (PSDB-SP) e Carlos Sampaio (PSDB-SP) que previa a fiscalização do Programa Bolsa Família em relação à duplicidade de cadastros e à antecipação de pagamentos dos benefícios. Com a rejeição, a proposta foi arquivada. De acordo com a Agência Câmara Notícias, os parlamentares autores da proposta apontaram que o objeto de sua preocupação foram os episódios de saques desorganizados de benefícios financeiros do Bolsa Família e boatos acerca do fim do programa, fatos ocorridos entre 17 e 19 de maio de 2013. O relator na comissão, deputado Toninho Wandscheer (PT-PR), defendeu o arquivamento da proposição. Segundo ele, as investigações da Polícia Federal e do Poder Judiciário não identificaram a origem da boataria nem que existiu uma ação intencional voltada a produzir pânico ou tumulto. “Diante dessas conclusões da autoridade policial, e da manifestação do Ministério Público pelo arquivamento do processo, proponho a rejeição da proposta”, informou o parlamentar. Wandscheer explicou que a situação usual da operação do Bolsa Família é a observância do calendário de pagamentos e que, em março de 2013, foi implantado o novo Cadastro de Informações Sociais. “Como efeito imediato da implantação da nova regra de unicidade, alguns beneficiários tiveram seus cadastros convertidos, fazendo com que aqueles beneficiários que tivessem mais de um número de inscrição passassem a ter apenas um, prevalecendo o cadastro mais antigo. Entre as medidas adotadas, estavam a flexibilização do calendário de pagamento de maio, durante o período necessário à implantação de solução tecnológica”, justificou o deputado. (BN)

CASA BORGES

Sem Neymar, Seleção Brasileira estreia contra o Chile nas Eliminatórias

O Brasil já sabe quais serão os seus duelos nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Em sorteio realizado neste sábado (25), ficou definido que a equipe comandada por Dunga vai estrear fora de casa contra o Chile, atual campeão da Copa América. Além de Chile x Brasil, a primeira rodada terá Argentina x Equador, Bolívia x Uruguai, Colômbia x Peru e Venezuela x Paraguai. Depois dos chilenos, o Brasil terá pela frente Venezuela (Casa), Argentina (Fora), Peru (C), Uruguai (C), Paraguai (F), Colômbia (C) e Bolívia (C). Vale lembrar que o time brasileiro não poderá contar com o atacante Neymar nos primeiros compromissos da competição. O jogador ainda precisa cumprir mais duas partidas de suspensão por conta da punição imposta pela Conmebol. Com isso, o camisa 10 volta para o duelo contra os argentinos. As partidas classificatórias da Conmebol começam em outubro deste ano e terminam em novembro de 2017. Quatro times garantem vaga direta e o quinto colocado vai disputar a repescagem com um representante da Oceania.

BIG BOM

Manifesto pelo Brasil pedirá reprovação de contas de Dilma Rousseff

Um grupo chamado “Aliança Nacional dos Movimentos Democráticos” realizará amanhã (26), em várias nas capitais brasileiras, um ato simbólico em favor da desaprovação das contas da presidente Dilma Rousseff pelo Tribunal de Contas da União. Em Natal, o ato será realizado em frente ao prédio do TCU, ao lado sede Tribunal Regional Eleitoral, a partir das 18h.

léo

As prioridades de Santa Cruz

MAQUETE-TELEFERICO-06Temos um Hospital Regional que há anos necessita de investimentos para sair do verdadeiro buraco administrativo que se encontra. Mas a prioridade são 15 milhões para o Teleférico.

Mãe assassinada em pleno centro da cidade, mas a prioridade em Brasília é conquistar recursos para os bondinhos.
Sequestro relâmpago em Santa Cruz, insegurança sem fim… mas parte da classe política tem maior interesse no Teleférico e na promoção econômica e política do mesmo.

Anunciam pouco mais de 600 mil para o Hospital Regional, mas para os bondes serão mais de 15 milhões.
Fica uma pergunta: Alguém consultou a população de Santa Cruz para saber quais as prioridades urgentes?
Os hipócritas criam seus discursos interesseiros e os “loucos” esbravejam a verdade cristalina.

Do blog do Wallace

CASA BORGES

É penta! Seleção brasileira de handebol bate freguesas argentinas e conquista ouro

A Seleção Brasileira feminina de handebol conquistou nesta sexta-feira pela quinta vez seguida a medalha de ouro em Jogos Pan-Americanos . Na decisão contra a Argentina, as atuais campeãs mundiais tiveram problemas apenas na primeira etapa, mas se recuperaram do susto no segundo tempo para vencerem por 25 a 20, no Exhibition Centre, em Toronto . Na conquista do Pan do Canadá, a equipe comandada pelo técnico dinamarquês Morten Soubak foi impecável, vencendo quase todas as partidas com placar elástico. Com a conquista, a Seleção mantém um domínio de 16 anos no torneio feminino, já que foi campeã em Winnipeg 1999, Santo Domingo 2003, Rio de Janeiro 2007 e Guadalajara 2011. A Argentina, por sua vez, é pela terceira vez seguida vice no torneio. Do grupo atual, as experientes Alexandra Nascimento e Dani Piedade foram tetracampeãs pan-americanas. O Brasil utilizou os Jogos de Toronto como preparação para a defesa do título mundial (campeão em 2013 na Sérvia) em dezembro, na Dinamarca. No primeiro tempo, a Seleção se surpreendeu com a Argentina. O treinador Eduardo Peruchena colocou o time ofensivo e abriu 4 a 1 em 3 minutos, chegando a liderar por 6 a 2 para desespero de Morten. O dinamarquês jogou o que tinha na mão no chão e pediu tempo para consertar o time. A bronca funcionou. O Brasil saiu de um placar de 8 a 5 e buscou o empate por 8 a 8, quando Amanda Andrade marcou para as campeãs mundiais. A partir daquele momento, as duas seleções se alternaram na liderança do placar no ginásio lotado, sendo a maior parte da torcida pelo Brasil. As argentinas tiveram até a chance de terminar a primeira parte à frente, levando uma vantagem psicológica para a segunda etapa, porém as brasileiras conseguiram empatar por 12 a 12 nos segundos finais. Um dos destaques do primeiro tempo das “Hermanas” foram a goleira Valentina Kogan pelas defesas incríveis e a artilheira Luciana Mendoza, com cinco gols. Pelo Brasil, a melhor foi Deonise Fachinello, com três anotações. Na segunda etapa, as brasileiras voltaram dispostas a não dar nenhuma chance para as rivais. Abriram em 90 segundos 14 a 12 no placar e a defesa foi impecável com a goleira Barbara e em outras com a trave dando sorte. Os contra-ataques foram mais bem sucedidos e as brasileiras abriram 19 a 12, faltando pouco menos de 15 minutos para o encerramento do jogo. Desesperadas por não conseguir mais balançar as redes, as argentinas perderam a força psicológica da etapa inicial e não conseguiram mais retomar o controle do jogo. O primeiro gol na segunda etapa foi marcado apenas após 19 minutos por Eike Karsten. Em seguida, o jogo ficou nervoso com trocas de empurrões e punições de 2 min fora da quadra para as duas equipes. Entre as punidas brasileiras estiveram Deonise Fachinello e Ala Paula Rodrigues. No final, as brasileiras seguraram um pouco o ritmo e comemoraram mais um título pan-americano. No sábado, argentinos e brasileiros voltam a se enfrentar pela final masculina, às 21h (de Brasília). No caso dos homens, a Argentina é o time a ser batido já que foi a campeã em Guadalajara 2011. (Terra)

BIG BOM

Executivo da OAS quer revelar ao juiz Moro os segredos que sabe sobre Lula

Amigo e confidente de Lula, o ex-presidente da construtora OAS José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Leo Pinheiro, autorizou seus advogados a negociar com o Ministério Público Federal um acordo de colaboração. A informação está sendo divulgada pela revista Veja. Denunciado na Operação Lava-Jato, Léo Pinheiro passou seis meses preso em Curitiba e segundo a revista promete fornecer provas à Justiça de que o ex-presidente patrocinou o esquema de corrupção na Petrobras, exatamente como afirmara o doleiro Alberto Youssef em depoimento prestado em 2014. O executivo da OAS dividiu cela com Ricardo Pessoa, presidente da UTC, e Gerson Almada, vice-presidente da Engevix, e agora se encontra em prisão domiciliar. Segundo a Veja, ele se dispôs a explicar como o ex-presidente se beneficiou do dinheiro público roubado da Petrobras.

Delação premiada – Léo Pinheiro quer se valer da lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff, a delação premiada, para reduzir drasticamente sua pena em troca de informações sobre a participação de Lula no petrolão, o gigantesco esquema de corrupção armado na Petrobras para financiar o PT e outros partidos da base aliada do governo. Reportagem da Veja em abril deste ano afirmava que induzido por Lula, o empreiteiro mandou reformar o sítio que está em nome de um sócio do filho Lulinha, mas que Lula diz ser seu. De acordo com a matéria, o executivo – que tinha salários mensais de R$ 600 mil na construtora e possui 10% da empresa – recebeu de um emissário de Lula a missão de arranjar serviço e dinheiro para o marido de Rosemary Noronha, que ameaçava contar informações sobre o ex-presidente. Também mostrava como Lula virou dono do tríplex no edifício Solaris, no Guarujá (SP), em uma das oito obras assumidas pela OAS depois da quebra em 2006 da Bancoop, então presidida por João Vaccari Neto.

léo

Câmara vai analisar nova proposta que prorroga prazo para fim dos lixões

A Câmara dos Deputados vai analisar proposta do Senado (PL 2289/15) que altera a Lei de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) para prorrogar o prazo para que estados e municípios acabem com os lixões. De acordo com a legislação em vigor, o prazo para o fim dos lixões terminou em agosto de 2014. Isso significa que, até aquela data, estados, municípios e o Distrito Federal deveriam ter providenciado a gestão e o gerenciamento adequado de resíduos sólidos.

Como a norma não foi cumprida, o projeto do Senado estabelece novos prazos para o fim dos lixões, que vão de julho de 2018 a julho de 2021, conforme o tamanho da população. Capitais de estados e municípios integrantes de região metropolitana, por exemplo, terão até 31 de julho de 2018; um ano mais tarde, os lixões devem ser extintos nos municípios com população superior a 100 mil habitantes e também naqueles cuja mancha urbana da sede municipal esteja situada a menos de 20 quilômetros da fronteira com outros países.

O prazo contará até 31 de julho de 2020 para municípios com população entre 50 mil e 100 mil habitantes; e até 31 de julho de 2021 para municípios com população inferior a 50 mil. A proposta também amplia os prazos para elaboração dos planos estaduais de resíduos sólidos.

CASA BORGES

Lula dá sinais de estar perto de jogar a toalha

Jogando a toalha (Foto: Arquivo Google)Foi um Lula esgotado, aborrecido, impaciente, sem imaginação que se apresentou ontem à noite para cerca de 200 pessoas reunidas na sede do Sindicato dos Bancários do ABC, na grande São Paulo.

Sacou velharias do fundo da memória. Do tipo: “Estou de saco cheio e cansado das mentiras e safadezas”. Ou do tipo: “Estou cansado de agressões à primeira mulher a governar o país”.

Como se Dilma, pelo fato de ser mulher, estar sendo agredida. Ou como se Dilma, pelo fato de ser mulher, não poder ser criticada. “Não tem pessoa com caráter mais forte nesse país do que ela”.

Há pouco mais de um mês, em conversa com religiosos no Instituto Lula, o ex-presidente bateu em Dilma por ela fazer “um governo de surdos”. Disse que ela estava “no volume morto”.

Quando um político não sabe o que dizer, costuma se referir à perseguição movida pelos nazistas na Alemanha aos judeus antes e durante a 2ª. Guerra Mundial. Foi o que Lula fez:

– O que a gente vê na televisão parece os nazistas criminalizando o povo judeu, os romanos criminalizando o povo cristão, os fascistas criminalizando os italianos. Sei que é difícil para parte da elite brasileira aceitar certas coisas.

O que nazistas, judeus, romanos, cristãos, fascistas e italianos têm a ver com as crises ora enfrentadas pelo Brasil – a política, a econômica e a ética? Lula não explicou.

Seu abatimento, segundo confidência de amigos, decorria das notícias que haviam lhe chegado a respeito da reportagem de capa da revista VEJA deste fim de semana.

Segundo a VEJA, o empresário Léo Pinheiro, ex-operador da construtora OAS em Brasília, começou a negociar com a Justiça a delação premiada

Ninguém mais do que Léo sabe como Lula enriqueceu depois de chegar à presidência da República. Foi ele que reformou de graça o apartamento de Lula no Guarujá e seu sítio em Atibaia, São Paulo.

Se, de fato, Léo abrir o bico, Lula correrá o risco de ser engolido pela lama provocada pela Operação Lava Jato.

Em certo momento do seu discurso, Lula cometeu uma frase sem sentido: “Não é porque uma criança está com febre que a gente vai enterrar. Mas foi em frente. Tocou de raspão na crise econômica:

– Temos que dizer para todas as pessoas que acham que o mundo vai acabar, que não há momento na história desse país que o Brasil não tenha passado por uma crise.

Sim, e daí?

Para finalmente arrematar:

– Quem vem apostando no fracasso deste País vai quebrar a cara.

Lula não é mais aquele. O que é que se faz com ele?

Por Ricardo Noblat

léo

RN está fora da “agenda positiva” da presidente Dilma

dilma reprova

A queda nos índices de popularidade deverão fazer com que presidente Dilma priorize o Nordeste, região onde tradicionalmente o PT possui seu melhor desempenho eleitoral, na sua agenda de viagens. O Rio Grande do Norte ficou de fora: o roteiro prévio aponta que a presidente deverá visitar os estados de Pernambuco, Bahia, Ceará, Maranhão e Piauí até o final de agosto. O ex-presidente Lula também deverá percorrer o Nordeste, mas sem acompanhar a agenda da presidente.

BIG BOM

Está chegando a vez dele…

IMG_1781léo

MPF/RN mobiliza sociedade para coletar assinaturas em prol de medidas contra corrupção

assinaturaO Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) vem se somando a um esforço nacional em busca de assinaturas e cartas de apoio para aprovação de 10 medidas de combate à corrupção. As propostas do MPF são resultado da Portaria PGR/MPF nº 50, de 21 de janeiro de 2015, assinada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O documento permitiu a criação de comissões de trabalho compostas por integrantes da instituição, com o objetivo de encaminhar sugestões de mudança legislativa para implementar medidas de combate à corrupção. O trabalho teve início com os estudos desenvolvidos pela força-tarefa do MPF na Operação Lava Jato na primeira instância.

No Rio Grande do Norte, estão à frente do trabalho os procuradores da República Fernando Rocha e Victor Queiroga. Ambos já vêm se reunindo com lideranças religiosas e de diversas instituições da sociedade civil que irão se somar ao esforço do MPF, como o Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal (Sintrajurn) e o Rotary Club, duas das entidades já visitadas. Todos podem ajudar imprimindo as listas, coletando assinaturas e entregando as mesmas em qualquer unidade do Ministério Público Federal. No território potiguar, o MPF conta com procuradorias em Natal (Av. Deodoro da Fonseca, 743, Tirol), Mossoró (Rua Rosineide Alves Medeiros, 09, Costa e Silva), Caicó (Rua Zeco Diniz, S/N, Penedo), Assu (Rua Sinhazinha Wanderley, 912, Centro) e Pau dos Ferros (Av. Getúlio Vargas, 1911, Centro).livraria felix

Timão estraga festa do centenário do ABC e faz 1 a 0 no Frasqueirão

Homenageado pelo ex-clube, Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians

Gazeta Esportiva – Coube ao meia-atacante Rodriguinho assegurar a vitória do Corinthians no amistoso festivo que o ABC promoveu na noite desta quarta-feira. Revelado pelo clube que comemora o seu centenário em 2015, ele recebeu uma homenagem e marcou o gol da vitória visitante em uma cobrança de pênalti, ainda no primeiro tempo.

O amistoso serviu para o técnico Tite finalmente observar alguns jovens jogadores do Corinthians em ação, como Matheus Vidotto, Matheus Pereira, Marciel, Léo Jabá, Gustavo Vieira e Matheus Vargas. Do outro lado, o estreante Toninho Cecílio também fez uma série de testes na formação do ABC.

As duas equipes voltarão a se concentrar agora em suas competições nacionais. O Corinthians jogará contra o Coritiba no domingo, no Couto Pereira, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Um dia antes, o ABC enfrentará o Sampaio Corrêa no Castelão de São Luís e tentará melhorar a sua 14ª posição na segunda divisão.S. MEDEIROS

Câmara de Caicó entregará Títulos e comendas nesta sexta-feira

titulos 2

A Câmara Municipal de Caicó realiza nesta sexta-feira (24) a entrega de Títulos de Cidadão Caicoense e Comenda de Honra ao Mérito Vila do Príncipe. A solenidade acontece no auditório do Centro de Ensino Superior do Seridó (CERES), da UFRN, a partir das 19h.

Na lista com cerca de 60 agraciados consta nomes de empresas, políticos, empresários, militares, cidadãos simples que terão reconhecida sua dedicação e esforço pelo bem coletivo e desenvolvimento da cidade de Caicó.BIG BOM

Página 1 de 52112345...102030...Última »